quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Apresentação da programação 2015/2016

Bons Encontros …

"E o que é esse plano em que todos se encontram e devêm mais intensos, mais eles mesmos, ao mesmo tempo que devêm outros?"

José Gil
in “Se não havia nada, como é que surgiu alguma coisa?”, Edição Fundação Centro Cultural de Belém, 2014



O CCB [Fábrica das Artes – Projeto educativo] é um espaço para Bons Encontros entre artistas, públicos e as equipas que os acolhem.
A partir da nossa missão artística, trabalhamos para fazer cumprir a dimensão estética, poética, imagética, sensível e lúdica de crianças, jovens, pais, professores, público em geral. Quando os encontros são bons, trazem em si a potência para estimular e revelar visões atentas do mundo a partir de perspetivas inéditas e pessoais. Pensamos ser esta a dimensão educativa da arte. E porque a verdadeira educação artística se faz com arte contemporânea – a arte persistente e pertinente que está hoje a acontecer – partilhamos com os artistas este espaço de pesquisa, criação, experimentação e apresentação das suas criações. A receção artística é esse momento único de Bom Encontro em que podemos assistir a expressões espantadas, transformações, talvez ecos pelos tempos fora…



Fábrica das Artes continuará em 2016 a ser um espaço de criação através de encomendas lançadas aos artistas portugueses. Serão apresentadas no CCB oito estreias que darão continuidade à nossa pesquisa sobre a criação artística para todas as infâncias. Destacamos “E então, Pinocchio sou eu?”, um espetáculo de teatro que se debruçará sobre a mentira, o medo e a verdade, e ZYG, um projeto que reúne a Companhia de Música Teatral com a coreógrafa norueguesa Siri Dybwik e que conta com o apoio do Programa Pegada Cultural – Primeiros Passos.


Big Bang 

Big Bang LX 2015
(c)CCB/Manuel Ruas Moreira


Nesta temporada de 2015/2016 a Fábrica das Artes abre a sua programação com a 6ª edição do Big Bang – Festival de Música e Aventura para um Público Jovem. O Big Bang é um projeto internacional que integra oito instituições culturais de sete países europeus e que conta com o apoio do Programa Europa Criativa. Continuará o caminho que vem a fazer com os seus parceiros no sentido da partilha, da reflexão, da vontade de criar, trocar e impulsionar projetos musicais para crianças europeias. Do Big Bang LX 2015 destacamos a nova criação para crianças dos Dead Combo“A Cidade da Tristeza Profunda”, e os dois projetos Nómadas da rede Big Bang, que juntam artistas europeus a crianças e jovens músicos portugueses: Hop Frog Fanfare (BE) + Big Band Jr. (PT) e Canções com Raízes.

A acompanhar a 6ªa edição do Big Bang temos connosco os Embaixadores, um grupo de dez jovens com idades entre os 8 e os 13 anos que serão os repórteres do festival. Irão entrevistar artistas e públicos e trazer-nos as suas opiniões sobre os espetáculos que aqui poderão assistir.
Estejam atentos para saber das suas visões e opiniões!

Big Bang LX 2015 - Projeto Embaixadores
(c)CCB/Manuel Ruas Moreira


Na sequência do primeiro ciclo de transversalidades e do livro de arte e filosofia “Se não havia nada, como é que surgiu alguma coisa?”, será lançado em Novembro de 2015 o nosso segundo livro, “Raízes da Curiosidade – Tempo de Ciência e Arte”. Regista o processo de criação e a reflexão sobre o projeto coproduzido pelo CCB e pela Fundação Champalimaud que juntou artistas e neurocientistas na procura da raiz da curiosidade que os une. O livro reúne textos dos 15 criadores que integraram o projeto e um documentário de Cláudia Varejão e conta com prefácio de António Damásio.

“Depois do Espanto” é o nome da conferência sobre programação artística para a infância a decorrer em Maio. Iremos partilhar com o público o projeto desenvolvido ao longo de todo ano de 2015, o BestOf Fábrica das Artes. Depois de revisitar algumas das criações produzidas nos últimos anos, abrimos espaços de escuta e reflexão com artistas e públicos. Algo que o documentário de Graça Castanheira filmado ao longo do ano nos dará conta. No segundo dia abriremos o debate público alargado e, para além dos artistas do projeto, convidamos oradores de diversas áreas do conhecimento que cruzam este campo específico da criação artística.

Madalena Wallenstein
Coordenadora e Programadora do CCB [Fábrica das Artes - Projeto educativo]

Para consultar a programação da Fábrica das Artes, clique aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário