quinta-feira, 14 de junho de 2018

Filho de peixe sabe... Pintar

Filho de peixe sabe... pintar ©Mário Rainha Campos

A oficina/instalação de artes plásticas para bebés e pais "Filho de peixe sabe... Pintar", criada e dinamizada por Margarida Botelho, pretende ser um lugar onde se possa nadar e pintar.
Esta oficina pertencente ao ciclo "No Fundo, Portugal é Mar" começou a ser dinamizada a 12 de junho e estará em curso até ao dia 24 de junho.
Visto que as tintas utilizadas são naturais, feitas à base de produtos como beterraba, couve-roxa, uva, mirtilo, noz e açafrão é necessário que os participantes tragam roupa velha para esta oficina.


Sinopse
Uma sala transformada num aquário de papel é ao mesmo tempo um lugar para nadar e pintar, para sentir e transformar, para rir e crescer! Iremos explorar pontos, linhas e manchas, ao ritmo das correntes marítimas e dos ventos atlânticos. As escamas dos peixes, as algas e os tentáculos das anémonas vão pigmentar uma paleta viva de cores naturais. Pintaremos sem químicos ou aditivos, para que a experiência possa ser sinestésica. As mãos e os pés serão pincéis-barbatana e o corpo carimbo-girino.
Mergulhar… pintar… amar… mar.


Galeria
Fotografia ©Filomena Rosa

Fotografia ©Marta Azenha

Fotografia ©Marta Azenha
O ciclo No Fundo Portugal é Mar resulta de uma parceria entre a Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC) e o Centro Cultural de Belém (CCB/Fábrica das Artes).

Sem comentários:

Enviar um comentário