quarta-feira, 27 de junho de 2018

Filho de peixe sabe... pintar


A oficina/instalação de artes plásticas para bebés e pais, Filho de peixe sabe...pintar, dinamizada e criada por Margarida Botelho, que decorreu de 12 a 24 de junho, transformou uma sala num aquário de papel onde se pôde nadar e pintar.
As tintas usadas nesta oficina não tiveram  qualquer tipo de químico, baseando-se apenas em produtos naturais como beterrada, açafrão, couve-roxa, uva, mirtilo e noz.

Mergulhar… pintar… amar… mar.

Esta foi a derradeira oficina inserida no ciclo No fundo Portugal é Mar, mas o ciclo continua: As semanas de 2 a 6 e 9 a 13 de Julho vão ser dedicadas a Artes nas Férias do Verão, com Férias no Nautilus; todas as quintas feiras até 26 de Julho vão decorrer mais sessões de Conversas com Mar; e, aos fins de semana, o Jardim das Oliveiras vai ser palco de concertos e sessões de contadores de histórias para todas as idades. O primeiro desses concertos irá decorrer já no próximo sábado, 30 de Junho, com o pianista Filipe Raposo e a cantora Rita Maria.


Galeria


Margarida Botelho em Filho de peixe sabe...pintar
Fotografia ©Manuel Ruas Moreira

Filho de peixe sabe...pintar
Fotografia ©Manuel Ruas Moreira

Filho de peixe sabe...pintar
Fotografia ©Manuel Ruas Moreira

Filho de peixe sabe...pintar
Fotografia ©Manuel Ruas Moreira

Filho de peixe sabe...pintar
Fotografia ©Manuel Ruas Moreira

O ciclo No Fundo Portugal é Mar resulta de uma parceria entre a Estrutura de Missão para a Extensão da Plataforma Continental (EMEPC) e o Centro Cultural de Belém (CCB/Fábrica das Artes).

Sem comentários:

Enviar um comentário